e-Letras com Vida — Revista de Humanidades e Artes [e-LCV] é uma publicação científica semestral do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa [CLEPUL]. Visa divulgar, no endereço http://e-lcv.online/index.php/revista, estudos originais sobre Literatura, especialmente encarada na sua inscrição cultural e em diálogo com História, a Filosofia, as Artes e as Ciências, no espírito da edição impressa, em relação à qual se mostra independente, Letras com Vida — Literatura, Cultura e Arte.

A e-LCV contempla um dossiê temático, uma secção de artigos multitemáticos, uma entrevista, um apartado de leituras (críticas, recensões, ensaios breves) e outro de notícias (sobre congressos, lançamentos, projectos, trabalhos académicos), respondendo ao alcance transcontinental do CLEPUL.

Aceitar-se-á apenas artigos inéditos escritos por autores com o grau académico de doutor. Em caso de coautoria, pelo menos um dos autores deverá deter o doutoramento
feito.

A e-LCV publicará os artigos aprovados nas seguintes línguas: português, espanhol, francês e inglês.

 

Processo de Revisão

Double blind peer review.

É assegurado, no processo de avaliação por pares, o anonimato das partes.

 

Periodicidade

Semestral.

 

Polí­tica de Acesso Livre

A revista é de acesso livre, conforme aos princípios da sociedade do conhecimento, que se deseja livre, informada, solidária e partilhando saberes.

 

Patrocínios

CLEPUL — Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa [FLUL]
FCT — Fundação para a Ciência e a Tecnologia

 

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS ÉTICOS

A e-Letras Com Vida — Revista de Humanidades e Artes rege-se por um conjunto de princípios que visam assegurar os mais elevados padrões éticos e uma superior qualidade científica da publicação. Espera-se que estes princípios sejam observados pela Equipa Editorial (Diretores, Coordenador Geral e Conselho de Direção), pelo Conselho Científico, pelos Avaliadores (Referees), pelos Autores e pelo Editor, de acordo com o Código de Conduta e Normas de Boas Práticas para Editores de Revistas sobre Ética na Publicação — COPE (http://publicationethitcs.org).

 

1. Deveres da Equipa Editorial

- Cabe à Equipa Editorial, sob a orientação dos Diretores, decidir sobre a publicação dos artigos submetidos à revista, tendo em consideração os requisitos legais sobre plágio, difamação e violação de direitos dos autores.

- A aceitação dos artigos submetidos deve atender unicamente ao seu mérito científico e intelectual e à sua adequação à revista, não podendo ser tidos em consideração a orientação sexual, nacionalidade, origem ética, raça, sexo, crença religiosa, orientação política e classe social dos autores.

- A Equipa Editorial não pode revelar nem utilizat em investigações próprias qualquer informação sobre os artigos submetidos, antes da sua publicação, sem o consentimento dos autores.

- A Equipa Editorial não pode revelar aos referees a identidade dos autores dos artigos submetidos, devendo assegurar o seu anonimato (double-blind peer review). Deve ainda garantir que o processo de arbitagem científica decorre de forma justa e imparcial e com base no princípio da confidencialidade.

- Ao Coordenador Geral compete analisar a adequação e qualidade científica e intelectual dos artigos submetidos para os dossiês temáticos.

- Cabe especificamente aos Diretores zelar pelo cumprimento dos princípios aqui plasmados, acompanhar todo o processo de arbitragem científica e, com o apoio do Coordenador Geral e do Conselho de Direção, constituir uma base de avaliadores abalizados, que deverá ser atualizada periodicamente.

- Cabe ainda aos Diretores e ao Coordenador Geral convidar os organizadores dos Dossiês Temáticos e esclarecê-los sobre os princípios éticos da revista e sobre o processo de arbitragem científica por pares.

- Em caso de conflitos, reclamações ou violação dos princípios éticos da revista, deverão os Diretores dar resposta e tomar as medidas adequadas, podendo para o efeito consultar o Conselho de Direção.

 

2. Deveres do Conselho Científico

- O Conselhoo Científico é constituido por especialistas nacionais e internacionais da área das Ciências Sociais e Humanas.

- Cabe aos membros do Conselho Científico assegurar a arbitragem científica dos artigos submetidos.

- O Conselho Científico deve contribuir para a divulgação da e-Letras Com Vida entre as suas redes de contactos.

 

 3. Deveres dos Avaliadores (Referees)

- Convidados pelos Diretores e/ou pelo Coordenador Geral, cabe aos Avaliadores a análise dos artigos submetidos e a elaboração de pareceres sobre os mesmos.

- Caso não se sintam habilitados para analisar determinado artigo ou não tenham possibilidade de o fazer, deve comunicá-lo aos Diretores e/ou ao Coordenador Geral. Devem, por outro lado, recusar a análise de artigos em caso de conflito de interesses.

- Durante o processo de revisão, os Avaliadores devem cumprir escrupulosamente o princípio da confidencialidade.

- Os comentários aos artigos devem ser objetivos e apoiados em argumentos, devendo ser evitada a crítica pessoal».

- Os avaliadores devem alertar os Diretores e/os o Coordenador Geral sobre qualquer suspeita de plágio.

- Os Avaliadores podem identificar bibliografia pertinente que não tenha sido citada pelos autores.

- A apreciação dos artigos deve ser feita unicamente com base no seu mérito científico e intelectual e à sua adequação à revista, não podendo ser tidos em consideração a orientação sexual, nacionalidade, origem ética, raça, sexo, crença religiosa, orientação política e classe social dos autores.

 

4. Deveres dos Autores

- Os Autores devem seguir escrupulsamente as Normas Editoriais da Revista.

- Os artigos submetidos devem ser originais e documentados de forma rigorosa, não sendo aceites citações, paráfrases ou referências a outros autores e/ou trabalhos sem a devida acreditação.

- O plágio constitui uma violação aos princípios éticos e é inaceitável.

- No caso de os Autores submeterem um artigo que já fora publicado, devem informar a Direção da Revista sobre esta situação, cabendo-lhe decidir de aceita ou não do artigo.

- Os Autores devem ter em consideração os comentários dos Avaliadores, sob pena de o artigo ser recusado. Podem, no entanto, em caso de discordância, apresentar argumentos que sustentem as suas posições.

- Em caso de coautoria, o Autor principal deve certificar-se de que todos os autores estão devidamente identificados e que estes aprovaram a versão final do documento.

- Quando um Autor descobre uma imprecisão no deu trabalho, deve notificar a Direção da Revista e colaborar com esta na correção do trabalho.

- Se for o caso, os Autores devem divulgar a fonte de apoio financeiro da sua investigação.

 

5. Deveres do Editor

- Enquanto Editor da e-Letras Com Vida — Revista de Humanidades e Artes, o CLEPUL compromete-se a garantir as condições necessárias para a conceção da revista.

- Cabe ainda ao Editor divulgar a publicação na sua rede de contactos e nas plataformas de que dispõe.