História Global das Utopias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53943/ELCV.0123_210-216

Resumo

Estudar a História Global das Utopias abre-nos um campo de investigação inédito sobre as muitas formas através das quais uma sociedade e os seus indivíduos determinam os quadros teóricos e práticos de repensamento e ultrapassagem dos seus próprios limites. Mais ainda, sem esquecer o conteúdo prático que qualquer abordagem à utopia traz consigo, este projeto implica uma reflexão sobre o substrato antropológico como tal, verdadeiramente global e, simultaneamente, subjetivo, que a utopia revela, no seu incansável desejo de transformar o presente e de oferecer novos e diferentes caminhos à humanidade, até quando o horizonte de uma forma histórica de humanidade parece mais fechado.

Referências

Abensour, M. (2013). L’homme est un anima utopique. Utopique II. Sens&Tonka. Paris

Canfora, L. (2014). La crisi dell’utopia. Aristofane contro Platone. Laterza. Roma/Bari

Conrad, S. (2019). O que é a história global. Edições 70. Lisboa

Ferraro, G. (2019). Philosophical conversion to another life. Epistrophè, metanoia, alethurgy and philosophy as a way of living otherwise. Thomas Project, 2: 58-77

Ferraro, G. (2021a). Conversioni utopiche. Per un’antropologia della spiritualità. Parole-chiave, 6 (nova série): 101-116

Ferraro, G. (2021b). Ernst Bloch e a conversão utópica. Dialectus, 10 (21): 84-96

Ferraro, G. (2022). Retorica e antiretorica nell’Utopia di Tommaso Moro. Dall’inventio letteraria alla conversione filosofica. Rétor, 12 (2): 27-46

Franco, J. E. (1999). Teologia e utopia em António Vieira. Separata da Lusitania Sacra. Lisboa

Franco, J. E. e Caetano, J. R. (coords.). (2020). Globalização como problema. Temas de Estudos Globais. Imprensa da Universidade de Coimbra. Coimbra

Macherey, P. (2011). De l’utopie! De l’Incidence. Saint Vincent de Mercuze

Morin, E. (2005). Introdução ao pensamento complexo. Meridional-Sulina. Porto Alegre

Mumford, L. (2007). História das utopias. Lisboa. Antígona

Paquot, T. (2018). Utopie et utopistes. La Découverte. Paris

Prodi, P. (2013). Profezia vs utopia. Il Mulino. Bologna

Ricoeur, P. (1991). Ideologia e utopia. Edições 70. Lisboa

Sloterdijk, P. (2008). Palácio de cristal. Para uma teoria filosófica da globalização. Relógio d’Água. Lisboa

Downloads

Publicado

30-06-2023

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2