Aspetos da paródia em O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de José Saramago

  • Antonio Augusto Nery Universidade Federal do Paraná

Resumo

José Saramago (1922-2010) fez uso da intertextualidade para a composição de diversas obras, sendo a paródia um dos recursos mais frequentemente empregados para o estabelecimento dos diálogos entre textos. O Evangelho segundo Jesus Cristo (1991) é a obra na qual o diálogo paródico com um dos livros mais famosos do mundo, a Bíblia, se faz avultante. O objetivo desta reflexão é averiguar de que modo Saramago serve-se da paródia para o desenvolvimento de sua narrativa, tanto no que se refere à desconstrução clara e eficaz do texto bíblico, quanto no que diz respeito à manutenção de certos elementos contidos nos relatos canônicos para a posterior subversão.

Publicado
2020-06-16