Uma arreligião chamada anticristianismo

  • Jair Almeida Junior Seminário Teológico Presbiteriano Rev. José Manoel da Conceição
Palavras-chave: Anticristianismo, Militância, Secularismo, Onfray

Resumo

O cristianismo, especialmente o catolicismo, tem recebido forte oposição em solo europeu, que labuta por seu desaparecimento. No ambiente francês, Michel Onfray se levanta como grande expoente do movimento, sistematizando verdadeira doutrina, uma ateologia. Sua filosofia apaixonada e sua militância assume contornos de devoção, dando ao movimento silhueta de uma religião humana, pois Deus não existe e a fé é uma ilusão. Segundo o anticristianismo, a real felicidade está na busca do prazer, o que pressupõe a erradicação de toda instituição impositora de regras comportamentais, especialmente a religião. O Anticristianismo de Onfray liga-se ao Iluminismo e ao niilismo, mas vai além, uma espécie de positivismo hedonista.

Publicado
2020-06-16