A estética da Natureza: a fruta na obra de Sophia de Mello Breyner Andresen

  • Maria Serena Felici Università degli Studi Internazionali di Roma (UNINT); Università degli Studi "Roma Tre"
Palavras-chave: Sophia de Mello Breyner Andresen;, fruta;, alimentação;, literatura

Resumo

A poética do real de Sophia de Mello Breyner Andresen desenvolve-se em redor de alguns elementos que caracterizam o universo literário da escritora: o mar, o jardim, a casa, a arte clássica e as paisagens noturnas. O deslumbramento perante a beleza do visível aproxima o ser humano à natureza e a Deus. Este trabalho aprofundará as referências que a poetisa faz, dentro da sua obra poética e narrativa, à fruta: ela pode desempenhar o papel de objecto ligado a recordações da infância; representar a simples beleza da natureza; ou estabelecer metáforas na base de isotopias com objectos pertencentes a outros campos semânticos. Se na tradição ocidental alguns frutos, entre os quais as maçãs, são símbolo de tentação e luxúria, em Sophia são, ao contrário, um fator de religação com o ancestral, pleno possuidor de dignidade literária.

Publicado
2020-12-23
Secção
Dossiê Temático