Aquele que passeia ao teu lado: O fascínio dos duplos em Mário de Sá-Carneiro e Richard Weiner

  • Silvie Špánková Universidade Masaryk de Brno, República Checa
Palavras-chave: O tópico do duplo;, o conto português;, o conto checo;, Mário de Sá-Carneiro;, Richard Weiner;

Resumo

Resumo: O presente artigo, de foro comparatista, tem por objetivo analisar o tópico do duplo na obra de dois autores pertencentes a duas literaturas distanciadas entre si, a portuguesa e a checa. Trata-se de Mário de Sá-Carneiro (1890-1916) e de Richard Weiner (1884-1937), dois modernistas que viveram na mesma época, em Paris, absorvendo os mesmos estímulos artísticos e literários. Na obra de ambos os autores, com efeito, verificam-se alguns traços comuns, tipicamente modernistas, tais como o recurso à subjetividade e o questionamento da identidade/alteridade pessoal. Para os fins da análise do duplo, que constitui um dos tópicos aglutinadores da obra destes dois autores, foram escolhidos os contos «Eu-próprio o Outro» (1915), de Sá-Carneiro, e «Os duplos» («Dvojníci», 1916), de Weiner.

 

Abstract: The aim of the present article, based on the comparative method, is to analyse the topic of the double in the work of two authors belonging to literatures that, at first sight, seem to have little in common. The first is Mário de Sá-Carneiro (1890-1916), Portuguese writer and poet, and the second is Richard Weiner (1884-1937), Czech writer, poet and dramatist. The two authors lived in the same period of modernism, in Paris, being influenced by the same artistic and literary sources. In fact, there are some identical, typical modernist proceedings and issues in the work of the two authors (especially, the subjectivism and the identity/alterity problem). In this essay, the common double theme is analysed in the short-stories «Eu-próprio o Outro» (1915) by Sá-Carneiro and «Dvojníci» (1916) by Weiner.

Publicado
2019-05-30