Machado de Assis: um século de traduções francesas

  • Jacquelino Penjon Sorbonne Nouvelle (Paris 3) — CREPAL
Palavras-chave: Tradução, mediadores, Machado de Assis, recepção literária

Resumo

Quase um século foi necessário para despertar o interesse do leitor francês por Machado de Assis. O estatuto da língua portuguesa, a política editorial, a falta de tradutores, críticos literários e editoras interessadas constituem uma das causas. No entanto, no decorrer do século xx, surgem quatro momentos-chave acompanhando o contexto geopolítico, datas comemorativas, o esforço de mediadores e uma modificação da imagem do Brasil. Destacamos os anos 1910, 1930, 1950 e a década de 80, em que surge uma nova fase que culmina hoje com a «suíte machadiana», livro de bolso.

Publicado
2019-05-30